Sessão de Autógrafos

É com prazer que anuncio que estarei presente na FEIRA DO LIVRO DE LISBOA 2015, amanhã, a 6ªFeira, dia 12 de Junho, entre as 14h e as 15h, para uma Sessão de Autógrafos e divulgação do meu Livro «Palavras de um Sonho».

O Parque Eduardo VII acolhe assim mais uma vez, por esta altura, os amantes dos livros e da Literatura, em geral. Juntem-se a mim e passem pelo stand da Chiado Editora! :)

Tiago

Palavras de um Sonho

Viva a Poesia.

E foi num clima de verdadeira agregação, num Auditório dos Oceanos do Casino Lisboa absolutamente ínfimo para receber esta enorme multidão, interessada em prestar uma homenagem à Poesia no seu Dia Mundial, que foi lançada o sexto volume da Antologia de Poesia Contemporânea “Entre o Sono e o Sonho”, pela Chiado Editora.

Numa cerimónia que contou com a declamação de poemas por actores portugueses conhecidos do grande público, aquilo que fica verdadeiramente para reter é a qualidade e o número expressivo de pessoas que ainda ousam escrever Poesia num quadro cultural tão pouco cativante e ainda menos receptivo, bem aqui, neste cantinho da Europa.

Foi com imenso orgulho que fui um dos autores seleccionados para integrar esta Obra que conta com 1500 poetas contemporâneos, dos 5000 que foram inicialmente propostos.

Tal como anteriormente anunciado, o poema da minha autoria que fora merecedor desta selecção intitula-se “A subversão do viver“, podendo ser encontrado no segundo Tomo desta Antologia.

Viva a Poesia.

Silêncio.

silence4

Silence 4  |  5 Abril 2014  |  MEO Arena  |  Lisboa

Um pedaço considerável da minha infância preenche-se com músicas que, para minha tristeza, nunca tive a oportunidade de ouvir ao vivo e a cores. Passei anos a perguntar-me por que raio tinha acabado a banda portuguesa que tantas pessoas arrastou no final da década que me trouxe ao mundo, num momento em que parecia ter – sendo uma premissa unânime na crítica de então – tanto ainda para dar. Em apenas dois álbuns de estúdio, contam-se histórias e pensamentos, em melodias que se regem por um estilo muito próprio e que eu involuntariamente sempre concebera como “pouco português”. E foi sempre assim que os vi. Demasiado “grandes” para este cantinho quente e acolhedor, mas pouco disponível para a exultação da cultura. É certo que não se trata de um regresso em definitivo, mas pelo menos este concerto ninguém me tira!

Menina e Moça

É quando o fado acontece
e quando a cidade sonha
na tradição da boémia,

procurando na memória
saudade duma grandeza
que é parte da sua História.

A todos nós apetece
darmos graças pela graça
que a nossa cidade tem,
pedindo, como uma prece,
que todos a tratem bem,
porque Lisboa merece!

Artur Agostinho

Porque a minha Lisboa não fica atrás de NENHUMA cidade do mundo!

Infelizmente já foi.

“Nobody said it was easy
It’s such a shame for us to part
Nobody said it was easy
No one ever said it would be this hard
Oh, take me back to the start” 

«The Scientist» – Coldplay

Para a memória fica este dia 6 de Julho passado em Algés, Alive’11. 

Coisas

Só para dizer que mais tarde ou mais cedo voltarei para dizer qualquer coisa. Até lá, assistam à nossa grande Selecção que tudo tem feito por espalhar futebol bonito por este planeta fora. E reparem como a vida tem a capacidade de nos surpreender a cada dia que passa.

Uma palavra aqui também para os figurantes clandestinos que ganham a vida, assistindo ao Salve-se Quem Puder. Outra palavra tardia, mas nem por isso menos importante, para “Os Montelavarenses” que se tornaram campeões da 1.ª Divisão “Centenário” da Associação de Futebol de Lisboa. Uma alusão merecida ao espírito da grande Alfama que conquistou mais uma edição das marchas de Lisboa! Uma palavra final para o corpo docente da cadeira de Gestão do Instituto Superior Técnico que permitiu que… Afinal, não é preciso palavra nenhuma. Finito.

“Lisboa nasceu, pertinho do céu!”

A capital portuguesa foi hoje eleita o “Melhor Destino Europeu 2010” pela Associação dos Consumidores Europeus.

Deixando para trás cidades como Londres, Barcelona, Copenhaga, Berlim ou Praga, Lisboa saltou para o topo das escolhas dos consumidores europeus, que elegeram a capital portuguesa como o “Melhor Destino Europeu 2010”.

(…)

A Associação dos Consumidores Europeus diz em comunicado, também citado pela ‘Briefing’, que Lisboa foi escolhida porque reflecte “uma cidade que soube preservar toda a sua alma e oferecer uma porta de entrada ao Turismo, sem esquecer as suas riquezas sociais e culturais”.

fonte: Diário Económico