Leva-me, Noite

Leva-me, Noite.
Deixa-me só
No escuro que me liberta.
Sozinho, comigo,
Alheio ao resto
Do que a vida desperta.

Leva-me, Noite.
Quero-te inteira.
E o Luar
Que me prende,Bairro Alto
Que me tem o olhar,
Que me sente,
Que me faz respirar.

Leva-me, Noite.
Despeja-me ao acaso
Na surdez da negra floresta.
E tomarei o pulso mudo
A um perdido segundo
Que esta solidão me presta.

Leva-me, Noite.
Quero-te minha.
E o Luar
Que me desata
Os cordões da alma,
Na sua sensata
Tamanha calma
De quem não fala.

Antes que me leves, Noite,
Permite-me suplicar:

Quero é o Luar.
Tê-lo comigo
Nesta quebra de nada.
Poder admirá-lo
No contínuo todo
De uma esperança inacabada.

Leva-me, Noite.
Leva-me!

26/03/15

Anúncios

O calor da noite é sábio e sabe onde fica o coração.

01/07/08

Uma noite em claro

Gostava de conseguir dormir.
De poder provar o que é dormir.
Saber por onde ir
Sem pensar no caminho para vir.
Agarrar a vontade de sorrir
Sem ter que fingir.
Querer ao céu subir
E o meu Sonho sentir.
Amar e não me iludir
Com quem ousa mentir.
Ser capaz de me deixar ir,
Não querendo de ninguém fugir.
E se porventura desejar fugir,
Que não seja de mim.
Fria evidência de que cheguei ao fim!

 

16/06/14

Quisera

Quisera ser eu o mistério
Que alimenta o teu olhar.
Quisera ser um lobo
Numa noite de luar.
Quisera
Quisera sentir furtivo
O perfume de quem és.
Quisera poder dar-te
O mundo a teus pés.

Quisera poder olhar-te
No tempo que nos pertence.
Quisera poder acordar-te
Nessa Noite que tudo vence.

 

16/11/13