Sessão de Autógrafos

É com prazer que anuncio que estarei presente na FEIRA DO LIVRO DE LISBOA 2015, amanhã, a 6ªFeira, dia 12 de Junho, entre as 14h e as 15h, para uma Sessão de Autógrafos e divulgação do meu Livro «Palavras de um Sonho».

O Parque Eduardo VII acolhe assim mais uma vez, por esta altura, os amantes dos livros e da Literatura, em geral. Juntem-se a mim e passem pelo stand da Chiado Editora! :)

Tiago

Palavras de um Sonho

Anúncios

Sei das coisas

Que sei eu das coisas que existem?
Nada. Apenas que tudo não será certamente.

E se eu conhecesse todas as coisas?Tiago Pereira
Sufocar-me-ia o tédio abismal de as conhecer.
Mil pontos finais colocados no viver.

As coisas, todas elas, vestem o seu encanto
No desconhecimento que delas temos.
Que não é, nem tão pouco, nem tanto.

E eu contento-me assim.
Por não as saber até ao seu fundo.
Por me permitir divagar por raciocínios
Sem deles extrair uma exacta ideia do mundo.

Deixa, pois, uma coisa de ser bela
Se ousarmos por hipótese afirmar
Que tudo sabemos dela.

Nunca sabemos tudo das coisas.
Nem eu quero saber.
Não valeria a pena viver.

Conhecendo todas as coisas,
Não haveria o que imaginar.

Afinal, tudo é Sonhar.

in Palavras de um Sonho, Tiago Pereira, Chiado Editora, 2015.

Primeira crítica

Transcrevo, nas próximas linhas, um breve excerto da primeira crítica nacional ao meu Livro Palavras de um Sonho por parte do blogue literário “As Leituras do Corvo“, por Carla Ribeiro.

O mundo como o vemos e como o sentimos. Sombras e anseios, conquistas e derrotas, sonhos deixados por concretizar e passos em direcção a um coração mais aberto. De tudo isto, e talvez um pouco mais, falam os poemas deste livro que, numa voz simples, da qual emergem pontuais laivos de brilhantismo, tem tanto de pessoal como de universal. (…)”

Para ler a crítica na íntegra, visite o blogue em http://asleiturasdocorvo.blogspot.pt/2015/02/palavras-de-um-sonho-tiago-pereira.html

Wow

Chiado Editora

O tempo vai passando e, como forma de divulgação do meu mais recente trabalho, a minha Editora tem-se encarregue de partilhar alguns excertos das minhas Palavras de um Sonho. Começo a ficar seriamente “assustado” com a crítica positiva que a minha Escrita começa a ter, não só em Portugal, como também no país irmão, Brasil! Não que me assuste pelo facto de existirem pessoas dispostas a lerem-me – e com agrado! – mas porque sou apenas um jovem de 24 anos que ainda pouco sabe desta vida. Um jovem muito verde, ora bolas!!

Contas feitas, existe já o compromisso por parte de três blogues literários em realizarem uma crítica/resenha ao meu Livro, encabeçados por pessoas que vivem do outro lado do Atlântico e que têm na leitura uma das suas grandes paixões. E, claro está, o mesmo se passará no país que me viu nascer!

Face às mensagens que tenho recebido a propósito de como poderão adquirir o meu primeiro Livro, presto agora o seguinte esclarecimento:

«Palavras de um Sonho» | LOCAIS DE VENDA (Actualizado em 22 de Fevereiro de 2015)

– Livraria DESASSOSSEGO | Rua de São Bento, Nº34 | 1200-815 Lisboa

– Livrarias online (para todos os países):

– Em PORTUGAL, poderá também encomendar este Livro em qualquer balcão de uma loja FNAC.

– No BRASIL, a Obra encontra-se também disponível para encomenda em todas as redes de livrarias SARAIVA e CULTURA.

Indico, ainda, mais uma vez:

palavrasdeumsonho@gmail.com

Encerro, finalmente, o post mais comercial da história deste blogue. Creio, contudo, que entenderão que tenho que, de alguma forma, responder a todas as pessoas que me têm contactado.

Muito obrigado pela paciência! :)

Tiago

A subversão do viver

Um mês após o lançamento do meu primeiro Livro, é com uma satisfação enorme que partilho a notícia de que um dos meus poemas foi seleccionado para integrar a Obra “Entre o Sono e o Sonho“, VI Antologia de Poesia Contemporânea, composta por poemas da actualidade poética portuguesa!  A Obra será lançada em Março deste ano pela Chiado Editora, por ocasião da comemoração do Dia Mundial da Poesia.

O poema seleccionado é um inédito, nunca antes publicado aqui no meu 24, e que se intitula «A subversão do viver».

Rasguem-se os livros.
Quebrem-se as regras.
Saltem-se os muros,
Soltem-se as feras.101

Ouçam-se os burburinhos.
Digam-se as verdades que doem.
Acabem-se com os tristinhos
E com as ilusões que corroem.

Destapem-se todos os véus.
Mostrem-se os simples rostos.
Joguemos este jogo de réus
A favor dos nossos gostos.

Reinvente-se a vida
E um novo modo de viver
Que dê como perdida
Esta luta pelo poder.

Aprendamos a amar
Quem o mereça de facto.
E quiçá alcançar
Esse Sonho mais alto!

in Palavras de um Sonbo, Tiago Pereira, Chiado Editora, 2015

Mais do que uma simples reflexão em verso sobre aquilo que eu penso ser o panorama da vida humana nos nossos dias, é inquestionavelmente um grito de revolta. A estupefacção perante o estado a que a sociedade chegou, movida por interesses económicos e jogos de poder hierarquizados por “status” sociais. Uma educação promovida com base em conservadorismo e padrões que nos indicam para onde deveremos ir, ao invés de nos ensinarem a questionar por nós mesmos para que direcção queremos ir. Conversas de várias índoles, repletas de falatórios sobre tudo e todos, seja porque a nossa vida não nos preenche da maneira que quereríamos ou porque, e principalmente, julgamos a nossa existência bem mais triste que a dos demais. Então, teremos sempre essa necessidade de nos compararmos aos outros, esses outros que tomamos por modelos, por qualquer motivo que nos foque a atenção.

Mas enquanto respiramos, teremos sempre nas nossas mãos, nas nossas palavras, nas nossas acções, o poder para mudarmos a nossa vida. Reinventar a felicidade. Redescobrirmo-nos a cada instante. Feliz ou triste, é a sucessão desses instantes que dita a nossa experiência e o olhar pelo qual, dia após dia, encararemos o nosso próximo passo.

A mágoa e o sorriso são as armas mais poderosas que temos à nossa disposição para viver. A primeira porque traduzirá momentos em que sofremos e erros que cometemos. Permitirá, contudo, a dádiva que é a possibilidade de sermos sempre melhores. A segunda, por seu turno, será o expoente máximo de algo bom que fizemos ou por nós fizeram.

E viver é mesmo isto. Subverter a ordem das coisas. Somos nós que ditamos essa ordem, se assim nos faz felizes.

Feito.

livro

Reproduzo nas próximas linhas, uma reconstituição aproximada daquilo que foram as palavras do meu discurso de apresentação do meu Livro «Palavras de um Sonho», no passado dia 17 de Janeiro.

“Creio que vivemos numa sociedade cada vez mais sedenta de manipulação do ser humano em prol dos seus próprios interesses, que nem sempre são os que maior realização pessoal e felicidade nos proporcionam.

Uma sociedade regida por padrões e que coloca a singularidade de cada ser à deriva num mar muitas vezes repleto de ideais materialistas, ideais que têm a ver com o alcance do difícil a fácil custo, sendo veículos que muitas das vezes nos levam a aceitar a nossa inferioridade humana em que, resignados com a nossa realidade, nos deixamos levar pelo trilho que essa sociedade traçou para nós e não aquele pelo qual tanto sonhámos.

Este livro pretende ser uma quebra com esta total resignação. Creio que o que há de maior na possibilidade de vivermos é podermos levantar-nos todos os dias, certos de que temos 24 horas pela frente, com o Sonho de podermos fazer algo por nós, e fazendo algo por nós, estaremos com certeza a fazer algo por alguém e pelo mundo onde os nossos pés caminham.

Eu, como todos vocês, tenho sonhos. E são esses mesmos sonhos que se escrevem neste livro. Sonhos que resultam de vivências que me trouxeram hoje até aqui, tal e qual, vocês me conhecem. E, também, Sonhos por mim vaticinados, nascidos em memórias fictícias durante o meu processo criativo.

Todos eles têm em comum uma dicotomia, uma ligação que eu diria perigosa. Sonhar permite-nos compreender quais os nossos anseios mais profundos. Mas tudo na vida acaba por conhecer o seu reverso. E, por vezes, devemos sonhar alto, sim, mas com pelo menos – eu diria – um pé na terra. É que é fácil para os sonhadores – e eu sou, de facto, um sonhador – deixarmo-nos voar pela emoção. No entanto, esta carne e osso, é também dotada de uma mente, de um lado racional que nos mostra o caminho mais seguro, mais livre de perigos, mais liberto de incertezas.

E é esta ligação entre a emoção e a razão, absolutamente fundamental para mim no meu processo criativo, que torna ainda mais bela e interessante a capacidade de Sonhar que todos nós temos.

Por outro lado, existem vários espectros ou géneros de Sonho. E haverá Sonho mais genuíno que o Amor? Bem, alguns me dirão que o Amor não é um Sonho, mas sim uma realidade. E estão certos. Mas eu também estou! O Amor pode ser analisado em diversos momentos: antes de se consumar a conquista, Sonhamos que a pessoa que amamos algum dia nos ame de igual maneira; consumada a conquista, Sonhamos poder passar todos os nossos momentos amando de verdade essa pessoa; uma vez terminado o Amor, Sonhamos que ele um dia nos possa conceder outra oportunidade ou, então, Sonhamos um dia vir a poder esquecê-lo para sempre.

Conclusão: o Amor é também um Sonho. Para mim, o maior de todos eles. Não conta só dizer que vencemos ou perdemos no Amor. Contam todos os momentos pelos quais batalhámos para que tudo conhecesse o final pelo qual Sonhámos.

Não só no Amor, como também em todos os campos da nossa vida, acredito plenamente que somos feitos pelo que queremos e não apenas pelo que conseguimos.

E eu quero conseguir.
E aqui estou hoje.
Consegui.”

Tiago

Lançamento

Entre o dever da Faculdade e as horas que tenho passado a trabalhar no meu Livro, sei que tenho falhado com a actualização deste blogue. No entanto, e espero que compreenderão, posso garantir que é apenas uma fase que em breve irá expirar.

Dou-vos hoje a conhecer a data da Sessão de Lançamento do meu Livro «Palavras de um Sonho», que ocorrerá

na Livraria Desassossego

no dia 17 de Janeiro

pelas 19h30.

Terei todo o gosto em receber-vos neste dia que promete ser tão especial para mim :)

Deixo aqui, para quem ainda não conhece, a Página da Obra no Facebook: https://www.facebook.com/PalavrasSonho.

Obrigado pela atenção!

Tiagolançamento2